O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (0 Votos)
Arquivado em: Israel  Palestina  Egito  greve de fome  prisões  Gaza  sionismo  

hunger-strikersIsrael - Vermelho - Sábado, 28 de abril de 2012. Cerca de 40 detentos egípcios que cumprem pena em Israel se declararam em greve de fome devido ao fracasso das negociações para uma troca de presos entre os dois países, informou neste sábado (28) a agência palestina "Maan". A troca previa a libertação de 63 egípcios e do israelense Ode Tarabin, condenado por espionagem em 2000.


Há 12 dias também estão em greve de fome mais de mil presos palestinos, que protestam contra as condições de vida nas penitenciárias israelenses.

Nesta sexta-feira (27), milhares de pessoas se manifestaram na Faixa de Gaza para apoiar os presos, numa passeata convocada pelos movimentos islâmicos Hamas e Jihad Islâmica.

A negociação para troca do presos egípcios estava sendo realizada há meses e a troca deveria ter sido realizada na quarta-feira passada. Mas o anúncio feito alguns dias antes pelo Egito de cancelar um contrato de gás natural com Israel prejudicou a conversa e adiou a possibilidade de um acordo.

Nenhuma autoridade penitenciária israelense foi encontrada para dar informações sobre o ocorrido pois hoje é o dia de descanso em Israel.

Com informações de EFE


Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Microdoaçom de 3 euro:

Doaçom de valor livre:

Este conteúdo foi bloqueado. Você não pode postar qualquer comentário.

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: diarioliberdade [arroba] gmail.com

Desenhado por Eledian Technology

Aviso

Bem-vind@ ao Diário Liberdade!

Para poder votar os comentários, é necessário ter registro próprio no Diário Liberdade ou logar-se.

Clique em uma das opções abaixo.