1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (0 Votos)

140216 madGaliza - Fiequimetal - Numa moção aprovada esta manhã por unanimidade, num plenário geral na Estação de Transferência da Zona Leste e de Triagem da Madeira (ETZL), em Porto Novo, os trabalhadores da Águas e Resíduos da Madeira (ARM) manifestaram-se dispostos a realizar acções de luta, pelo início da negociação de um instrumento de regulamentação colectiva de trabalho e por uma resposta às propostas reivindicativas para 2016.


No plenário, promovido pelo SITE CSRA, foram analisadas as conclusões da última reunião com a administração.

Na moção, como resultado dessa análise, são apontadas decisões quanto à posição e intervenção dos trabalhadores e do sindicato.

São exigidas respostas ao caderno reivindicativo, designadamente o aumento real dos salários, dos subsídios e de outras matérias de expressão pecuniária, que se encontram congelados, na maioria dos casos, desde 2006.

Foi reiterada a necessidade de fixar com exactidão o início da negociação para que na ARM passe a existir um instrumento de regulamentação colectiva de trabalho. Constitui um limite mais que razoável o compromisso, assumido pela Administração, de apresentar a sua contraposta até ao final da primeira quinzena de Abril.

Para transmitir as reivindicações dos trabalhadores, vão ser solicitadas reuniões à Presidência do Governo Regional, à Secretaria Regional das Finanças e da Administração Pública, à Secretaria do Ambiente e Recursos Naturais e aos Grupos Parlamentares da Assembleia Legislativa Regional.

Vão ser exigidas soluções para a uniformização das relações de trabalho no âmbito da ARM, de modo a que as mesmas se aproximem gradualmente das que são praticadas nas empresas do sector a nível nacional.

Os trabalhadores decidiram mandatar o Sindicato e manifestar a sua disposição para realizar as acções de luta que forem necessárias, incluindo o recurso à greve, caso os compromissos assumidos pela Administração não sejam assumidos, e tudo fazer em defesa das suas propostas.


Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Microdoaçom de 3 euro:

Doaçom de valor livre:

Última hora

Última hora

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Eledian Technology

Aviso

Bem-vind@ ao Diário Liberdade!

Para poder votar os comentários, é necessário ter registro próprio no Diário Liberdade ou logar-se.

Clique em uma das opções abaixo.