1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (0 Votos)

040216 resiPortugal - CGTP - Em conferência de imprensa, realizada após a reunião do Conselho Nacional, a CGTP-IN transmitiu que considera inadmissíveis as pressões e as ameaças da Comissão Europeia para procurarem impor um Orçamento do Estado para 2016 de continuidade à política de asfixia económica que pressupõe a retirada de direitos às pessoas e acentua a sangria social do memorando da troika.


A CGTP-IN entende que o Governo tem de resistir às pressões da Comissão Europeia para aplicar medidas de austeridade para controlar o défice, tendo uma voz forte, de confronto, para conseguir pôr em prática novas políticas - mais favoráveis aos trabalhadores e às suas famílias.

Arménio Carlos, secretário-geral da CGTP-IN, defendeu ainda a necessidade de se criar um movimento de contestação nacional à ingerência europeia, para mostrar que o caminho não pode ser este.

Na conferência de imprensa, Arménio Carlos divulgou uma resolução aprovada pelo Conselho Nacional, onde são reivindicadas melhores condições de vida e de trabalho, o combate à ingerência europeia e novas políticas para o país.

No documento, a CGTP-IN defende a reposição dos rendimentos dos portugueses, uma nova política fiscal, uma mais justa distribuição da riqueza e a renegociação da dívida pública.

"Para a CGTP-IN é possível e incontornável a renegociação da dívida e o confronto com as regras do Tratado Orçamental e do Pacto de Estabilidade, instrumentos que hipotecam o desenvolvimento nacional e põem em causa a soberania do país". Para a CGTP-IN a dívida é impagável e vai continuar a limitar o desenvolvimento do país.


Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Microdoaçom de 3 euro:

Doaçom de valor livre:

Última hora

Última hora

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Eledian Technology

Aviso

Bem-vind@ ao Diário Liberdade!

Para poder votar os comentários, é necessário ter registro próprio no Diário Liberdade ou logar-se.

Clique em uma das opções abaixo.