Publicidade
first
  
last
 
 
start
stop
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (2 Votos)

alemanha portugalPortugal - Esquerda - Em 2014, o défice comercial entre os dois países subiu para 1645 milhões de euros, o equivalente a um agravamento de 71%. Em termos globais, a balança de bens de Portugal foi negativa em mais 926 milhões de euros, segundo avança o Instituto Nacional de Estatística (INE).


Foto: Mural na cidade de Lisboa onde está representada Angela Merkel a segurar duas marionetas, o primeiro-ministro Pedro Passos Coelho e o ministro dos Negócios Estrangeiros Paulo Portas. Por Rafael Marchante.

A estratégia do governo de baixar salários para aumentar as exportações provou de forma inequívoca o seu fracasso. No ano passado, as exportações registaram um crescimento de apenas 1,9%, a variação mais baixa desde 2009, e, inclusive, e pela primeira vez em seis anos, aumentaram menos que as importações (3,2%).

Neste contexto, o défice da balança comercial registou um agravamento de mais 925,8 milhões de euros face a 2013, atingido um total de 10.565 milhões de euros.

Segundo o Diário de Notícias/Dinheiro Vivo, a Alemanha é o país que mais crescimento tirou ao PIB português, tendo em consideração o impacto do saldo comercial. O défice comercial entre os dois países subiu de 962 milhões para 1645 milhões de euros, o equivalente a um agravamento de 71%.

Os alemães compraram 5624 milhões em exportações nacionais, o que se traduz num aumento de 2,2%, comparativamente com 2013. Por outro lado, Portugal comprou aos alemães, essencialmente em bens de alto valor acrescentado, 7269 milhões de euros, o que equivale a um acréscimo de 12,4%.

Espanha surge como o segundo país que tirou mais crescimento ao PIB de Portugal, tendo o défice comercial subido 553 milhões de euros no ano passado, totalizando 7714 milhões no final de 2014.

Os saldos finais apurados em 2014 mostram que os seis países que mais penalizam as contas portuguesas são todos da zona euro. A Espanha, país com o qual Portugal tem um défice de 7713 milhões de euros, lidera o ranking. Seguem-se-lhe a Alemanha (1645 milhões), Itália (1512 milhões de euros), Holanda (1083 milhões), Irlanda (426 milhões) e Bélgica (260 milhões).


Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Microdoaçom de 3 euro:

Doaçom de valor livre:

Última hora

Publicidade
first
  
last
 
 
start
stop

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Eledian Technology

Aviso

Bem-vind@ ao Diário Liberdade!

Para poder votar os comentários, é necessário ter registro próprio no Diário Liberdade ou logar-se.

Clique em uma das opções abaixo.