1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (0 Votos)
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (1 Votos)
Wladmir Coelho
Petróleo e Política

Petróleo e poder econômico do Estado Islâmico: terrorismo e sistema financeiro

Wladmir Coelho - Publicado: Sexta, 27 Novembro 2015 11:30

Petróleo e poder econômico do Estado Islâmico: A relação obscura entre terrorismo e o sistema financeiro internacional.

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (1 Votos)
Miguel Urbano Rodrigues
Em coluna

O mundo impenetrável de Mia Couto

Miguel Urbano Rodrigues - Publicado: Sexta, 27 Novembro 2015 10:55

Parece uma contradição admirar muito um escritor cuja obra me fascina sem conseguir «entender» o mundo que descreve. Mas não sinto essa contradição.

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (1 Votos)
Roberto Numeriano
Tudo que é sólido desmancha no ar

Podres poderes

Roberto Numeriano - Publicado: Quinta, 26 Novembro 2015 11:35

A prisão histórica do senador Delcídio Amaral, do PT, é apenas mais do mesmo.

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (2 Votos)
Ilka Oliva Corado
Crónicas de uma inquilina

Argentina, de novo traída, mas nunca derrotada

Ilka Oliva Corado - Publicado: Terça, 24 Novembro 2015 13:56

[Tradução de Camila Lee para o DL] A estas horas da noite, escrevo estas letras com uma dor profunda que me conecta ao povo argentino, o meu povo. Refiro-me ao povão, o povo real, de onde vêm a minha raiz. Eu estou falando sobre este sangue milenário latino-americano que sempre foi oprimido e vendido a quem oferecesse o melhor preço. Eu estou falando sobre o sangue que alguns genocidas ladrões afirmam terem conquistado e o terem tornado "civilizado". Falo desta dor amarga de nos sentirmos traídos, de abrir novamente a ferida que começava a sarar.

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (2 Votos)
Juliano Medeiros
Unamérica soy!

Marx, Gramsci e o poder: dois marxismos?

Juliano Medeiros - Publicado: Terça, 24 Novembro 2015 08:30

Marx foi um dos mais influentes pensadores do nosso tempo. Inspirados por suas ideias, movimentos políticos, organizações sociais e correntes de pensamento ajudaram a forjar o século 20. Portanto, sua obra teve uma influência não só intelectual, mas também política. Como típico pensador de seu tempo, Marx tem uma obra que abrange a economia, o direito, a filosofia, a história e a política. Estruturando uma interpretação que reunia diferentes campos do conhecimento – a chamada “Economia Política” – desenvolveu sua teoria a partir da análise do funcionamento do capitalismo e seus impactos sobre a totalidade da organização social.

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (1 Votos)
Jones Manoel
Palavras Insurgentes

A vitória de Macri e o fim das "ilusões" pós-neoliberais

Jones Manoel - Publicado: Terça, 24 Novembro 2015 01:35

A América Latina parecia um "paraíso" de avanços frente à regressão mundial de direitos sociais, econômicos e políticos das classes exploradas. O ciclo aberto pela eleição de Hugo Chávez na Venezuela e seguido pela eleição de Lula, Nestor Kirchner, Evo Morales, Rafael Correia, Daniel Ortega, etc. pareciam anunciar uma era de pós-neoliberalismo. Governos identificados com a esquerda com graus de radicalidade diferentes que prometiam reverter à devastação das décadas de 80 e 90 através de reformas estruturais profundas (Venezuela, Equador e Bolívia) ou redução da radicalidade do neoliberalismo e fortalecimento de políticas sociais, serviços públicos e geração de empregos (Brasil, Argentina, Nicarágua, Chile, etc.) criando o social-liberalismo. Durante quase uma década a formula política diferenciada, mas com traços comuns, pareceu acertada.

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (1 Votos)
Sergio Domingues
Pílulas Diárias

O Estado Islâmico e o Ébola

Sergio Domingues - Publicado: Domingo, 22 Novembro 2015 19:38

Em epidemiologia, é comum afirmar que doenças mais letais tendem a se espalhar menos. Afinal, se um vírus ou bactéria mata rápido demais, suas vítimas têm menos tempo de contagiar outros organismos.

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (1 Votos)
Ramiro Vidal
A república do verbo

Nom te chames de guerrilheiro

Ramiro Vidal - Publicado: Domingo, 22 Novembro 2015 08:05

O termo “guerrilla” aparece pola primeira vez na “Guerra da Independência” espanhola, para denominar um método de luita, a “guerra de guerrilhas”. Um povo sem formaçom militar, nem estrutura nem tecnologia bélica própria dos exércitos regulares da época, enfrentava-se nos caminhos, nos montes, nas proximidades dos núcleos de populaçom à potente maquinária de guerra das tropas napoleónicas. Pequenos grupos armados com ferramenta do campo ou do mar, ou armas de caça, emboscavam e causavam baixas nos soldados de Napoleon, fazendo-os recuar. Um método de guerra que serviu para derrotar a um exército imperial poderoso, que mantivo doblegada a toda Europa.

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (2 Votos)
Narciso Isa Conde
Em coluna

Os pecados do Santos e a estratégia do império

Narciso Isa Conde - Publicado: Sábado, 21 Novembro 2015 22:46

Em meio aos avanços obtidos nos Diálogos de Paz em Havana, Juan Manuel Santos – pérfido e astuto como ele – promoveu uma intensa ofensiva militar, aproveitando o cessar-fogo unilateral das FARC-EP.

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (1 Votos)
Paulo Marçaioli
Batalha das Ideias

“Caio Prado Júnior – O Sentido da Revolução”- Lincoln Secco

Paulo Marçaioli - Publicado: Sábado, 21 Novembro 2015 05:10

Resenha do Livro - “Caio Prado Júnior – O Sentido da Revolução” – Ed. Boitempo – Coleção Retratos Paulicéia.

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (1 Votos)
Adriano Benayon
Brasil de Pé

A desnacionalização e a concentração anulam a democracia

Adriano Benayon - Publicado: Sexta, 20 Novembro 2015 23:00

1. Numerosos e conceituados economistas das principais entidades acadêmicas, consultorias e institutos reconhecem a seriedade da presente crise e a relacionam a uma contradição que apontam na política governamental.

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (2 Votos)
Sergio Domingues
Pílulas Diárias

Terrorismo e causalidade seletiva

Sergio Domingues - Publicado: Sexta, 20 Novembro 2015 22:35

Na internete, a polêmica: quem merece mais o apoio popular, as vítimas da Samarco em Minas Gerais ou os atingidos pelo terrorismo em Paris? Um lado acusa o outro de praticar “solidariedade seletiva”. Na verdade, “lamentação seletiva”, uma vez que a grande maioria dos envolvidos não fazem mais do que postar textos, imagens e comentários em ambientes virtuais.

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (1 Votos)
Jones Manoel
Palavras Insurgentes

"Extremismo religioso", "fascismo islâmico"?

Jones Manoel - Publicado: Sexta, 20 Novembro 2015 21:50

Mais um atentado supostamente realizado por grupos terroristas "fundamentalistas" aconteceu na França (digo supostamente porque, por exemplo, tempos atrás, pensávamos que Saddam Hussein tinha armas de destruição em massa...). O "Estado islâmico" assumiu a autoria dos atentados. A propaganda ideológica mundial terá quatro raios de ação centrais: a) usar um discurso do medo para fortalecer o poder repressivo do Estado [burguês] e reduzir as escassas "liberdades democráticas"; b) criar uma narrativa da "civilização ocidental" que é ameaçada pelos bárbaros árabes e islâmicos; c) estimular uma visão de que só com "intervenções humanitárias" das potências imperialistas é possível acabar com o "terror" (tenho certeza que isso será usado para justificar mais intervenções militares na Síria); d) colocar a culpa do atentado no "fascismo islâmico" e no "extremismo religioso", reforçando a demonização do islamismo.

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (1 Votos)
Sabrina Aquino
Luta diária

Não foi por amor, foi por machismo

Sabrina Aquino - Publicado: Sexta, 20 Novembro 2015 16:00

Reiteradas vezes escutamos das autoridades políticas que é necessário combater a violência de gênero e trabalhar com afinco para que os números alarmantes das estatísticas de violência contra a mulher diminuam consideravelmente em nosso país.

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (1 Votos)
Andoni Baserrigorri
Feijoada no ponto

Vós, imperialistas, sodes os terroristas

Andoni Baserrigorri - Publicado: Sexta, 20 Novembro 2015 00:16

Sim. Vós que invadistes e saqueastes centenas de povos durante dezenas de anos, cujo único afám é a mais-valia e o dinheiro, vós que levastes a desgraça e o luto a centenas de lugares, sodes os terroristas.

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (2 Votos)
Pedro Monterroso
O diabo revisitado

Guerra Global para palermas - como eu (que se põem a pensar)

Pedro Monterroso - Publicado: Quarta, 18 Novembro 2015 13:56

A questão de Paris, e das mortes em Paris, tem o protagonismo que tem, em relação à Síria, ao Líbano, ou ao Brasil, não por acaso mas pelo que esta cidade representa na história do Ocidente. Também, não por acaso, a medição do sofrimento medido em cântaros de lágrimas expelidas por terceiros é muito mais expressiva.

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (1 Votos)
Ramiro Vidal
A república do verbo

A Igreja Católica, a unidade da Espanha e o compromisso com a democracia

Ramiro Vidal - Publicado: Terça, 17 Novembro 2015 21:46

Ricardo Blázquez, Arcebispo de Valladolid e Presidente da Conferência Episcopal, está preocupado pola unidade da Espanha. Di que o processo cara a independência causa caos, inquietaçom, insegurança... vaia, que provocará um cataclismo.

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (2 Votos)
Marcus Eduardo de Oliveira
Economia Social e Humana

Pobreza extrema no Brasil

Marcus Eduardo de Oliveira - Publicado: Terça, 17 Novembro 2015 21:24

Em meio as notícias tristes desse ano, em que tantos inocentes foram dizimados, (universidade do Quênia, Mariana/MG, Paris), algo em termos de perspectiva socioeconômica pode ser comemorada, ainda que de forma tímida.

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (2 Votos)
Ilka Oliva Corado
Crónicas de uma inquilina

A bandeira da dupla moral

Ilka Oliva Corado - Publicado: Terça, 17 Novembro 2015 15:24

[Tradução de Camila Lee para o DL] Eu me pergunto o que é que nós, seres humanos, temos na cabeça. Lembrei de uma tia minha que disse que é bosta, bosta de vaca, isto é o que temos no cérebro. Nanoj disse que bem poderia ser pó de serra ou casca de cereal.

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (2 Votos)
Milton Temer
Coreto da Praça

Matadores e seus mandantes

Milton Temer - Publicado: Sábado, 14 Novembro 2015 19:03

A visão marxista da história se diferencia do academicismo frio porque não se limita ao relato dos fatos. Ela vai mais fundo.

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Eledian Technology

Aviso

Bem-vind@ ao Diário Liberdade!

Para poder votar os comentários, é necessário ter registro próprio no Diário Liberdade ou logar-se.

Clique em uma das opções abaixo.