1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (0 Votos)

O Dalai Lama declara-se marxista, mas valora o capitalismo chinês

220510_dalai_lamaVieiros - "O marxismo ten principios morais, enquanto que o capitalismo só procura como fazer lucros", assinalou.


O Dalai Lama afirmou que, a pesar de acreditar nos beneficios que o capitalismo trouxo à China, o país comunista que o exilou, segue a se considerar a si mesmo marxista. "O marxismo tem princípios morais, mentres que o capitalismo só procura como facer lucros", assinalou o líder espiritual tibetano numha das conferências que está a dar esta semana em Nova Iorque.

Por outra banda, segundo informam meios estadunidenses, os discursos do Dalai Lama estivérom tingidos de um espírito optimista em geral. Assim, por exemplo, afirmou que cria que o mundo se estava a tornar devagar nun lugar mais amável e unido.

Os movimentos contrários às guerras, os esforzos da comunidade internacional para ajudar os danificados polo terramoto do Haiti ou a eleiçom de Barack Obama como o primeiro presidente negro num país até há pouco profundamente racista som "claros signos de que os seres humanos se estám a tornar mais maduros", argumentou.


Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Microdoaçom de 3 euro:

Doaçom de valor livre:

Última hora

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Eledian Technology

Aviso

Bem-vind@ ao Diário Liberdade!

Para poder votar os comentários, é necessário ter registro próprio no Diário Liberdade ou logar-se.

Clique em uma das opções abaixo.