1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (0 Votos)

270814 portasGaliza - ACP-PI - Passos Coelho e os seus ministros estiveram reunidos toda a manhã para aprovarem o orçamento rectificativo.


Desde que entrou em funções este governo nunca conseguiu cumprir um orçamento e por isso necessitou sempre de apresentar um ou mais orçamento rectificativo no decorrer do ano para flexibilizar as metas do défice ou renovar cortes nas despesas (aqui).

Desta feita o governo culpa a derrapagem orçamental de 3,4% do PIB (cerca de 5823,4 milhões de euros) com a decisão do Tribunal Constitucional de considerar ilegal os cortes nos salários da função pública e a nova versão permanente do corte nas pensões.

Agora o governo anuncia que não irá subir impostos que a derrapagem será coberta reduzindo os apoios sociais, ou com um melhor “controlo da despesa”.

Nada mais simples para tentar atacar o Tribunal Constitucional e por trabalhadores contra desempregados e pobres contra remediados. Quem recebe apoios sociais ou subsídio de desemprego irá ver a situação alterada para pagar as ilegalidades orçamentais do governo e a subida dos juros da dívida que explicam cerca de 15% do erro no défice (aqui).

Aliás a tendência da redução dos apoios sociais é clara, tendo em um ano sido retirado o RSI a mais de 45 mil pessoas (aqui).


Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Microdoaçom de 3 euro:

Doaçom de valor livre:

Última hora

Última hora

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Eledian Technology

Aviso

Bem-vind@ ao Diário Liberdade!

Para poder votar os comentários, é necessário ter registro próprio no Diário Liberdade ou logar-se.

Clique em uma das opções abaixo.