1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (1 Votos)

cabiAngola - Diário Liberdade - Em Cabinda, trabalhadores das empresas de limpeza privadas MASAVO e Cinquenta e Dois não recebem salários dos patrões desde outubro do ano passado.


"A nossa situação está péssima, estamos trabalhando e não nos pagam, e se o trabalhador reclamar é despedido", disse um dos trabalhadores. Outro trabalhador afirmou que muitos de seus colegas precisam agora arrumar pequenos trabalhos, ou "bicos", para poder colocar comida na mesa.

De acordo com eles, seus patrões disseram que não pagarão os salários enquanto o governo angolano não pagar suas dívidas com as empresas e por causa da queda no preço do petróleo eles estão sem dinheiro.

A dívida pública, provocada pelos sanguessugas capitalistas faz com que os governos, não só o angolano, se transformem em reféns das grandes empresas em detrimento dos direitos da classe trabalhadora.

"O governo ainda não pagou a dívida, você não tem direito de discutir, se quer trabalhar fica, senão vai pra casa", acrescentou um dos trabalhadores.


Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Microdoaçom de 3 euro:

Doaçom de valor livre:

Última hora

Última hora

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Eledian Technology

Aviso

Bem-vind@ ao Diário Liberdade!

Para poder votar os comentários, é necessário ter registro próprio no Diário Liberdade ou logar-se.

Clique em uma das opções abaixo.