1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (2 Votos)

maputoMoçambique - Diário Liberdade - O pagamento do salário referente ao mês de novembro ainda não caiu na conta de 300 mil funcionários públicos moçambicanos, como os trabalhadores dos setores da segurança, educação e saúde.


Foto: Wikimedia Commons (CC BY-SA 3.0)

De acordo com o ministro da Economia e das Finanças, Adriano Maleiane, o problema não é a falta de dinheiro para o pagamento do salário de dezembro e do 13º.

O que existe, segundo ele, são questões técnicas na demora do pagamento. “Nós estamos em um processo de sofisticação” do sistema estatal de cadastramento dos funcionários públicos, disse à imprensa local.

Segundo a Rede Angola, várias instituições do Estado moçambicano emitiram informes relatando que também os ordenados de outubro, além de novembro, estão atrasados, mas não explicaram as razões para esta situação.


Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Microdoaçom de 3 euro:

Doaçom de valor livre:

Última hora

Última hora

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Eledian Technology

Aviso

Bem-vind@ ao Diário Liberdade!

Para poder votar os comentários, é necessário ter registro próprio no Diário Liberdade ou logar-se.

Clique em uma das opções abaixo.