1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (0 Votos)

normalistasMéxico - Prensa Latina - No México, foram assassinados e incinerados no lixão de Cocula, Guerrero, segundo confissões de um dos assassinos divulgadas hoje.


Bernabé Sotelo, membro do grupo criminoso Guerreros Unidos, confessou às autoridades sua participação no crime dos 43 da escola normal rural de Ayotzinapa.

Disse que transportou aos jovens em um caminhão fechado onde iam jogados uns sobre os outros.

Disse que ao chegar ao desaguadouro de Cocula desceram 19 dos estudantes com vida, mas o resto deles estava morto.

Sotelo foi identificado como um dos pistoleiros de Gildabardo López, o Gil, chefe dos Guerreros Unidos.

Faz uns dias o jornal O Universal afirmou que outro grupo de estudantes foi transladado ao rancho de Víctor Hugo Benítez, também chefe de Guerreros Unidos, onde foram assassinados e seus corpos dissolvidos em ácido, segundo confissão de Gil, preso desde o ano passado.

Benítez continua foragido da justiça.

Ontem o comitê de pais e familiares dos 43 participou no primeiro encontro nacional pela indignação, no qual representantes de diversas organizações sociais reclamaram ao governo a verdade sobre o crime de Iguala.

Foto: Mario Marlo/Somoselmedio.org CC.


Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Microdoaçom de 3 euro:

Doaçom de valor livre:

Última hora

Última hora

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Eledian Technology

Aviso

Bem-vind@ ao Diário Liberdade!

Para poder votar os comentários, é necessário ter registro próprio no Diário Liberdade ou logar-se.

Clique em uma das opções abaixo.