1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (1 Votos)

200416 raul clausuraCuba - Prensa Latina - O caminho para o desenvolvimento de um socialismo próspero e sustentável foi completamente apoiado, com a realização aqui do VII Congresso do Partido Comunista de Cuba (PCC).


Esse máximo encontro partidário, que terminou ontem no Palácio de Convenções de Havana - depois de quatro dias de debates entre quase mil delegados - acolheu favoravelmente os projetos apresentados sobre a Conceitualização do Modelo Econômico e Social e as Bases do Plano Nacional de Desenvolvimento Econômico Social até 2030.

Considerando a importância de tais projetos, o VII Congresso aprovou o começo de um debate amplo e democrático sobre estes documentos programáticos com a militância do PCC, a União de Jovens Comunistas, representantes das organizações de massas e de diversos setores da sociedade cubana.

Segundo foi explicado na sessão final do evento, o Primeiro Secretário do PCC, Raúl Castro, espera que esse processo conclua antes do final deste ano, de modo que o Comitê Central do Partido, de acordo com suas faculdades legitimadas pelo Congresso, os aprove definitivamente.

Em seu discurso, o líder máximo do PCC explicou que o progresso para a atualização do Modelo e a construção de um socialismo próspero, sustentável e irreversível em Cuba exigem que sejam preservados e potencializados os princípios de justiça e igualdade que serviram como base à Revolução.

O também presidente cubano expressou que o desenvolvimento da economia nacional, junto à luta pela paz, a unidade e a firmeza ideológica, constituem as principais missões do PCC.

Nesse sentido, considerou conveniente lembrar que o processo de atualização do modelo econômico, iniciado no VI Congresso em 2011, não é uma tarefa de um ou dois quinquênios e disse que "o rumo já está traçado: prosseguiremos a passo firme, sem pressa, mas sem pausas" e agregou que em Cuba ninguém ficará desatendido.

No contexto do encontro, foram ratificados no cargo de primeiro e segundo secretário do Comitê Central do PCC, Raúl Castro e José Ramón Machado Ventura, respectivamente. De igual modo, foi apresentado o novo Comitê Central eleito, bem como os membros do Burô Político.

Por outra parte, durante a sessão final do Congresso, também interveio o líder histórico da Revolução cubana, Fidel Castro, quem advertiu sobre os perigos que a humanidade enfrenta, sobretudo devido ao poder destrutivo do armamento moderno que poderia socavar a paz do planeta.


Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Microdoaçom de 3 euro:

Doaçom de valor livre:

Última hora

Última hora

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Eledian Technology

Aviso

Bem-vind@ ao Diário Liberdade!

Para poder votar os comentários, é necessário ter registro próprio no Diário Liberdade ou logar-se.

Clique em uma das opções abaixo.